O que fazemos

Nos últimos anos desenvolvi e caracterizei vários modelos animais para o estudo de doenças hereditárias da retina causadas por mutações no gene CRB1. Estes modelos foram mais tarde usados para testar vetores virais de terapia génica. Estes vetores são capazes de introduzir a sequência de ADN correta nas células restabelecendo assim a função do mesmo. Recentemente interessei-me pelo processos que conduzem à inflamação na retina e por saber quais os impactos destes na visão, de novo a descobrir novos alvos terapêuticos. Para tal iremos aplicar uma abordagem multidisciplinar na qual conhecimentos e técnicas da biologia molecular e celular, da oftalmologia, da terapia génica e da imunologia irão ser aplicados.

 .